Márcio Cunha conta com 50 novos leitos para pacientes com Covid

O sétimo andar do Hospital Márcio Cunha (HMC), administrado pela Fundação São Francisco Xavier (FSFX), braço social da Usiminas nas áreas de Saúde e Educação, investiu em uma reforma completa para receber 50 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para atendimento à pacientes com Covid-19. O espaço, que antes funcionava como leito não crítico, foi preparado com novos equipamentos e está pronto para receber pacientes de convênios particulares e do Sistema Único de Saúde (SUS).

Os leitos serão ativados de forma gradual, de acordo com aumento do número de casos e ocupação da UTI. A implantação dos novos leitos representa um avanço para a população de 1,6 milhões de habitantes de 88 municípios das regiões Leste e Nordeste de MG, que tem o Márcio Cunha como referência para atendimentos de emergências e alta complexidade.

A obra de estruturação física e a aquisição de equipamentos para a UTI para atendimento à pacientes com Covid-19 foram financiadas com recursos próprios da Fundação São Francisco Xavier. Foram adquiridos novos ventiladores mecânicos, aparelhos de ultrassom e videolaringoscópios. Novos profissionais foram contratados e toda a equipe foi capacitada de acordo com protocolos elaborados para atendimento aos pacientes adulto e pediátrico.

Os novos leitos de UTI vão garantir segurança assistencial aos pacientes com suspeita de Covid-19 que requerem cuidados especializados e contínuos, além de possibilitar a equipe do Hospital a utilização de protocolos específicos para o tratamento da doença e mitigar consequências do novo Coronavírus.

A ampliação dos serviços no hospital para atender aos casos de Covid-19 demonstra a capacidade do HMC em ofertar serviços especializados de alta complexidade. “O objetivo é atender uma parcela maior de pacientes infectados pelo novo Coronavírus, com a qualidade e excelência do Hospital Márcio Cunha. Diante dessa pandemia, todos estão precisando fazer mudanças e no hospital não foi diferente. Sabemos da necessidade de ter um atendimento especializado para a população e nos empenhamos em liberar mais leitos de UTI para atender essa demanda da melhor forma possível”, conclui o Diretor-Presidente da FSFX, Salomão Maciel Dias Ferreira.