Visto americano: escassez de profissionais de saúde nos EUA

A pandemia de Covid-19 evidenciou o que já vinha sendo divulgado nos últimos anos: faltam profissionais de saúde nos Estados Unidos. Médicos, dentistas, fisioterapeutas e enfermeiros são cada vez mais raros no país, mesmo com o aumento demográfico da população nos últimos 10 anos. Os elevados custos para a formação acadêmica são um empecilho. Segundo a Associação de Colégios Médicos Americanos (AAMC), até 2030 calcula-se um déficit de 121 mil médicos nos EUA.

Já para enfermeiros e fisioterapeutas a escassez explica-se fundamentalmente pela falta de interesse das gerações mais recentes em seguir estas profissões. Para se ter uma ideia, a cada 10 enfermeiros nos EUA apenas 5 são americanos, de acordo com o instituto de pesquisa Migration Policy, em outubro de 2019. Existe hoje uma taxa de 119 médicos por 100 mil habitantes nos EUA. No caso de dentistas esta estatística é ainda mais desigual, com apenas 66 dentistas por 100 mil habitantes.

O Departamento de Estado americano divulgou um apelo para que médicos e enfermeiros estrangeiros que se encontram nos EUA candidatem-se para atuar no combate à pandemia.

De acordo com o advogado Felipe Alexandre, da AG Immigration, o Brasil é um dos países que mais exporta trabalhadores qualificados para os EUA. “Nosso país é referência na formação de profissionais de saúde. Muitos podem estar qualificados para um visto de imigrante (Green Card) e nem desconfiam. O visto EB-2 NIW (National Interest Waiver), por exemplo, confere o direito ao Green Card e, consequentemente, ao status de residente permanente legal sem a necessidade de possuir uma oferta de trabalho, podendo o candidato qualificar-se somente com base em seu histórico profissional e acadêmico”, ressalta.

Para atuar profissionalmente nos Estados Unidos como médico ou dentista é necessário ter um diploma reconhecido pelas autoridades locais. Os requisitos de validação de diploma variam de acordo com o estado dos EUA. Mas, via de regra, o profissional precisará atestar por meio de documentação que possui o conhecimento e capacidade exigida para o trabalho.