Vagas de estágio na saúde cresceram 11% no 1º semestre

As vagas de estágio na área da saúde chegaram a crescer até 11% no 1º semestre de 2020, ápice da crise provocada pelo novo coronavírus. De acordo com levantamento do Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE, as oportunidades no curso de Enfermagem cresceram 8% no período e, de Farmácia, 11%. Entre os 20 cursos com maior número de vagas de estágio, o primeiro subiu uma posição no ranking, enquanto o segundo pulou de 19º para 14º. Ainda se destacam cursos ligados à área de tecnologia, que mantiveram o número de vagas ou subiram posições.

No período, a instituição contabilizou retração de 11,7% em vagas geradas entre o 1º semestre de 2019 versus 2020. Em números totais, significam cerca de 25 mil oportunidades a menos. O levantamento ainda apontou que o perfil do estudante mudou nesse período, e mostra uma tendência para iniciar o estágio cada vez mais cedo. Se em 2019 o maior número de estagiários se concentrou entre 21 e 23 anos, em 2020 foi entre 20 e 22 anos.

O segmento que mais demitiu no período foi o privado (16%), seguido pelo de economia mista (13%) e, por último, o público (8%).