Medicina preventiva e omnichannel são tendências para o mercado de saúde

Medicina preventiva e investimento em múltiplos canais para oferecer experiências mais completas ao consumidor. Em meio à segunda onda da pandemia de Covid-19, essas são as tendências do mercado de saúde observadas pela The Bakery, empresa global de inovação corporativa, presente no Brasil e com atuação em outros 30 países, que recentemente atingiu a marca de dez empresas do setor em seu portfólio. São elas: GSK, Medley, Johnson & Johnson, UCB Pharma, Servier, Novartis, Grupo Fleury, Walgreen Boots Alliance, Sanofi e Grupo Opty. Em comum, as dez marcas partilham a preocupação em acompanhar as mudanças comportamentais aceleradas pela pandemia.

Laboratórios de diagnóstico comprando hospitais e farmácias oferecendo serviços de diagnóstico são alguns dos movimentos observados. “A grande tendência que vemos é a busca por maior diversificação de portfólios e plataformas. É um movimento pendular. No passado, todo mundo se preocupou em se especializar. Hoje a preocupação é em fornecer um serviço One Stop Shop. O grande desafio é de integração e digitalização”, destaca Ana Cláudia Rasera, diretora dos programas de Saúde da The Bakery.

Ana Cláudia Rasera, diretora dos programas de Saúde da The Bakery

Esse é o caso da Opty, maior grupo de oftalmologia da América Latina, agregando 25 empresas oftalmológicas, 2100 colaboradores e mais de 750 médicos oftalmologistas, e o mais recente cliente a integrar o portfólio da The Bakery. O desafio do grupo é exportar a cultura da inovação e da transformação digital para uma empresa com realidades regionais distintas. “Nosso papel é entender as oportunidades e integrar as pessoas, processos, conhecimentos e grau de maturidade em termos de inovação e digitalização”, explica Ana Cláudia.

“Observar toda a extensão da jornada do paciente, dentro e fora da clínica, tendo um olhar para a saúde baseado em valor é algo que não pode ser alcançado sem passar pela transformação digital em nossos negócios e implementação de ferramentas inovadoras que nos permitam trabalhar com sinergia nas mais diversas frentes. É isso que buscamos com o suporte e expertise da The Bakery, no intuito de elevar ainda mais a excelência”, afirma Amaury Guerrero, CEO do Grupo Opty.

Amaury Guerrero, CEO do Grupo Opty

Prevenção como tendência

Segundo dados da consultoria Global Market Insights, há uma movimentação mundial em digital health de US$ 379 bilhões (cerca de R$ 1,4 trilhão) até 2024. Desde o último ano, a The Bakery mapeou cerca de 1.000 startups de saúde que relacionavam os problemas e oportunidades de seus clientes. Além disso, a consultoria convoca startups de outros setores que podem contribuir na construção de soluções.

Usar a tecnologia a serviço da saúde preventiva, observa Ana Cláudia, é o carro-chefe de todas as grandes empresas do setor. “A The Bakery tem testado ferramentas preventivas e também mais personalizadas para acompanhar essas mudanças comportamentais. Na experiência do One Stop Shop, o cliente quer cuidar da saúde e não apenas da sua doença. Farmacêuticas que estruturaram todos os seus negócios na venda de medicamentos, por exemplo, agora estão em busca de inovação para ajudar uma população preocupada em prevenir a doença para não precisar tomar remédio. A prevenção é, portanto, outra forte tendência que podemos apontar”, analisa.