SulAmérica expande programa de saúde emocional

Em Pernambuco, a utilização do aplicativo de teleatendimento Psicólogo na Tela, da SulAmérica, bateu seu recorde de utilização em agosto de 2020, com 493% de aumento em relação ao mês de abril, quando se iniciava a pandemia do novo coronavírus no país. Já no Rio de Janeiro, o mês de maior utilização foi outubro, com 490% de alta em relação a abril. Neste cenário, em que a saúde emocional foi uma das mais impactadas pela pandemia, a seguradora expandiu o Única Mente para beneficiários de saúde das cidades do Rio de Janeiro, Recife, Jaboatão dos Guararapes e Olinda. O programa multidisciplinar é focado em prevenção, diagnose, tratamento e reabilitação de beneficiários com depressão, ansiedade, transtorno de pânico, burnout e estresse pós-traumático.

“Nunca se falou tanto de saúde mental. Na SulAmérica, percebemos um aumento exponencial na procura por programas e serviços que cuidam dos aspectos emocionais e físicos da saúde. Por isso, seguimos com a expansão do Única Mente, que realiza prevenção e educação para saúde, no qual os participantes diagnosticados com alguma alteração psíquica são logo encaminhados para atendimento psiquiátrico e psicológico de alta qualidade”, afirma Tereza Veloso, Diretora Técnica e de Relacionamento com Prestadores da empresa.

Atendimento personalizado e preventivo

O Única Mente segue um modelo diferenciado de gestão de saúde, que coloca as pessoas no centro do cuidado. Na jornada de acompanhamento clínico, é criado um plano para as necessidades de cada indivíduo, buscando sempre o tratamento mais efetivo e os melhores desfechos clínicos. Além das consultas presenciais, a iniciativa conta também com ferramentas digitais para garantir o atendimento via telemedicina, com monitoramento por SMS, chat e WhatsApp.

“Infelizmente, transtornos relacionados à ansiedade, depressão e estresse são os mais comuns e atingem principalmente mulheres na faixa etária de 26 a 46 anos, que representam mais de 70% dos beneficiários do Única Mente. A boa notícia é que cerca de 80% dos acompanhados pelo programa apresentaram melhora do quadro depois que buscaram ajuda e iniciaram o tratamento. Aí está a importância de ampliar o acesso a programas preventivos como o Única Mente”, conta Veloso.