Psiquiatria e Psicologia têm o maior aumento de agendamentos

Patrick Goulart, CMO da Fácil Consulta

Psiquiatria e Psicologia foram as especialidades com maior aumento de agendamentos com a implantação da telemedicina na startup Fácil Consulta, de Pelotas (RS). Para o cofundador e CMO da Fácil Consulta, Patrick Goulart, a nova modalidade está atendendo bem as expectativas. “Por ser uma novidade também para nós, não sabíamos o que esperar, mas com a possibilidade de disponibilizar atendimento para todo país, estamos crescendo consideravelmente o número de agendamentos”, explica. A startup disponibilizou tanto a possibilidade de consultas médicas a distância quanto o acolhimento psicológico.

“Não temos como afirmar qual a relação direta disso com a pandemia e o isolamento social, mas a Psiquiatria e a Psicologia tiveram aumentos significativos no agendamento”, salienta Goulart. Ao todo, já foram mais de 19.000 consultas realizadas, atendendo cerca de 40 especialidades médicas.

Segundo as principais operadoras de planos de saúde do país, a procura pela telemedicina teve crescimento de até 15 vezes nos últimos meses, mas a proposta de startups como a Fácil Consulta é democratizar ainda mais o acesso à saúde no país para quem não possui um plano. Criada em 2017, a empresa conta com mais de 450 médicos cadastrados e atendimentos presenciais em cidades como Pelotas (RS), Santa Maria (RS), Maringá (PR), Florianópolis (SC), entre outras.

O psiquiatra Renard Cogno Azubel, que atende no consultório em Pelotas e todo o país através da telemedicina pela Fácil Consulta, destaca que a adaptação dos pacientes está sendo muito positiva, principalmente devido à praticidade e flexibilidade de horários. A especialidade do profissional, inclusive, é uma das que mais se registrou aumento na procura pela marcação de consultas. “Ter ferramentas alternativas para atender ao paciente é muito bem-vindo pelo médico que preza a boa assistência sem deixar de se adaptar às novas realidades”, diz ele.

A startup oferece consultas particulares que podem chegar a valores de até 60% abaixo do agendamento normal. Já para os profissionais, a proposta auxilia a aumentar em até 95% a taxa de presença nos consultórios.