Soul.Me firma parceria com o “Algoritmo da Vida”

O “Algoritmo da Vida”, ferramenta criada pela agência Africa e a produtora de tecnologia Bizsys, firmou sua mais nova parceria, com a Soul.Me, healthTech produtora de conteúdo com impacto social baseada em 4 pilares: ciência, consciência, conexão e cuidado. Dentre as empresas de tecnologia parceiras do projeto, que já recebeu mais de 1,8 milhão de tuítes para análise, estão a SAP, responsável pelo ambiente SAP HANA Cloud da ferramenta, que permite toda replicação do banco de dados e refinamento do algoritmo por especialistas da própria empresa, e a AWS, plataforma de computação em nuvem que suporta todo o projeto. A iniciativa conta, ainda, com o apoio das ONGs Horas da Vida e Espaço Ser Casa Matheus Campos.

Capaz de identificar uma enorme variedade de palavras, expressões e frases que podem indicar sintomas de depressão nas postagens públicas dos usuários no Twitter, o “Algoritmo da Vida” analisou, até janeiro, mais de 56 mil postagens e, desde novembro de 2020, os perfis classificados como críticos recebem uma mensagem de apoio com a indicação de procurar suporte com um profissional da plataforma Vittude, também parceira do projeto.

“A parceria com a Soul.Me proporcionará maior amplitude no cuidado com os casos mais sensíveis. Além das terapias online oferecidas pela Vitttude, o projeto conta, agora, com trilhas de acolhimento em vídeo, uma ótima iniciativa para confortar as pessoas que não se sentem à vontade para expor suas fragilidades emocionais junto a um terapeuta. Ampliar o monitoramento nas redes e fortalecer as medidas de prevenção à saúde mental da sociedade são um dos objetivos centrais do Algoritmo da Vida”, afirma Luciana Coen, diretora de CSR e Comunicação da SAP Brasil.

Cuidado com o próximo: A trilha de acolhimento produzida pela Soul.Me é constituída por mensagens de apoio e conforto, em vídeo, de sua fundadora, Mariana Ferrão, e pela psicóloga e psicopedagoga Karina Okajima. A mensagem será enviada por meio de um link do Youtube apenas aos perfis da rede social identificados pelo algoritmo com risco de ideação suicida.

“Em tempos de pandemia, preocupar-se com a saúde mental das pessoas é extremamente necessária, e a tecnologia é uma importante aliada neste contexto. A Soul.Me tem como propósito justamente a conexão entre pessoas, empresas e projetos com impacto social, como o Algoritmo da Vida. Através de nosso core business, a produção de conteúdo de qualidade, pretendemos expandir ainda mais as ações de cuidado desta incrível iniciativa”, analisa Mariana Ferrão, fundadora da Soul.Me.

Entre maio de 2020 e janeiro de 2021, período em que houve a integração entre as equipes, foram recebidos para análise 1.506.137 tweets (score 100%) e 293.944 tweets (score 50%). Os scores significam o grau de assertividade e probabilidade de aquele tweet analisado representar, de fato, um caso de depressão, ansiedade ou até mesmo tendência a suicídio.