Hospital Samaritano conquista certificado inédito da JCI

O Hospital Samaritano Higienópolis, do Americas Serviços Médicos, conquistou o primeiro e único certificado do mundo de distinção da Joint Commission International (JCI) por Transplante de Rim Pediátrico. “Recebemos com orgulho este selo que representa uma aprovação de qualidade nesta especialidade, bem como a construção deste programa desde o início, além do reconhecimento como resultado do trabalho de uma equipe multidisciplinar”, diz Fábio Katayama, Diretor Executivo da unidade.

O programa com transplante de rim pediátrico já soma 420 transplantes e 650 pacientes beneficiados. O projeto tem vocação para preparo, realização e seguimento de transplantes renais em crianças de baixo peso, sendo uma das maiores casuísticas do mundo nessa faixa etária. “É gratificante acompanhar essas crianças e inseri-las na rotina de uma criança normal”, enfatiza a Dra. Maria Fernanda Carvalho de Camargo, chefe do núcleo de nefrologia e transplantes do Samaritano Higienópolis.

O transplante é o método mais efetivo para o tratamento e reabilitação de pacientes com insuficiência renal crônica. Até mesmo para as crianças, o procedimento se mostra o mais eficiente nas situações em que os dois rins juntos funcionam menos de 15% do que os de um indivíduo saudável.

No mundo, a média de idade para a realização de transplante renal infantil é de 12 anos, com peso do paciente entre 35Kg e 40Kg. No Samaritano, esta média de idade é de nove anos, dos quais 33% tem menos de cinco anos e 5% menos de dois anos. Além disso, as crianças transplantadas na Instituição pesam, em média, 28Kg, sendo que 37% tem menos do que 15Kg e 11% menos que 9,5Kg.

Essa certificação contribui para aumentar a qualidade dos cuidados às crianças em condições renais complexas por oferecer parâmetros seguros. A JCI é uma instituição internacional que realiza acreditações em unidades de saúde, por meio de auditorias para as certificações com ciclos de três em três anos.