A tríade para o cuidado seguro ao paciente com Covid-19

Renata Pietro, 44, sintetizou em artigo científico sua experiência como enfermeira no tratamento dos pacientes internados por agravamento da Covid-19 em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). O texto “Saber ser, agir e fazer: a tríade para o cuidado seguro ao paciente com Covid-19” aborda as técnicas clínicas de cuidado com pacientes internados por complicações do coronavírus, além de refletir o papel das instituições hospitalares quanto à saúde dos profissionais de enfermagem.

A enfermeira do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE) foi um dos 190 autores convidados para a Coleção Covid-19, coletânea elaborada pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e Organização Mundial da Saúde (OMS) que reúne informações sobre técnicas e tratamentos contra o novo coronavírus. A lista inclui textos de ex-ministros da Saúde, parlamentares, jornalistas, representantes de órgãos de controle e integrantes de instituições internacionais. A obra foi publicada em janeiro de 2021.

Renata afirma ter sido o sentimento de gratidão e a vontade de contribuir com a profissão que a deu forças para escrever o artigo. Na época, no pico da pandemia, em meados de junho de 2020, a enfermeira coordenava o Comitê Técnico no Combate à Covid-19 do município de São Paulo ao mesmo tempo que viajava por diferentes regiões do país ajudando na administração de UTIs e no treinamento de seus profissionais.

No artigo, Renata explica a importância da atualização teórica dos profissionais da enfermagem sobre os novos tratamentos em estudo e as etapas clínicas que podem evitar o agravamento dos pacientes internados por Covid-19 nas UTIs. O texto tem como objetivo nortear as práticas assistenciais e o desenvolvimento profissional de enfermeiros e médicos com foco em instruí-los, uma vez que não existe formação específica para cuidar de pacientes adoecidos pelo novo coronavírus. “Estamos todos aprendendo a lidar com a Covid, por isso, artigos como esse podem ajudar e muito os profissionais na linha de frente”, afirma Renata.

A enfermeira conta que tanto a publicação científica quanto as palestras ministradas fizeram parte da rotina de aprendizado sobre o manejo seguro com pacientes Covid-19. Além disso, a profissional retribui à classe todo o conhecimento adquirido durante a pandemia.

“Foi exaustivo produzir o artigo naquele período. Teve dias em que realizava reuniões às 23h e logo em seguida escrevia sobre a rotina do hospital. Mas saber que poderia ajudar e inspirar pessoas recarregava minhas energias”, revelou Renata. A enfermeira enxerga as publicações como uma forma de retribuir à Enfermagem, à Educação e, principalmente, às mulheres, todo conhecimento que transformou sua vida, seja pelas oportunidades ou experiências vividas.

Para além do hospital e da produção científica, Renata também se destaca por acumular outras funções de destaque, tais como: presidente do Departamento de Enfermagem da Associação de Medicina Intensiva Brasileira (Amib), membro-fundador da Associação Brasileira de Enfermagem em Terapia Intensiva (Abenti), embaixadora da Federação Mundial de Enfermagem em Cuidados Críticos (WFCCN) e ex-presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Estado de Sāo Paulo.


Leia na íntegra o artigo elaborado por Renata Pietro no Volume 5 – Acesso e Cuidados Especializados da Coleção Covid-19 da OMS. Acesse: https://www.conass.org.br/biblioteca/volume-5-acesso-e-cuidados-especializados.