Vendas de produtos em farmácias têm queda de 14% no Brasil

A Covid-19 está mudando os hábitos de consumo dos brasileiros. A prévia de uma pesquisa divulgada pela FGV mostra que 79,1% dos brasileiros estão consumindo apenas o essencial. Dados divulgados pela plataforma Consulta Remédios, mostra que o número de vendas de medicamentos, por exemplo, vem caindo ao longo do período de isolamento social. Comparando a última quinzena do mês de março com a primeira do mês de abril, a queda nas vendas pela plataforma foi de 14% no Brasil.

“Como trabalhamos com muitas farmácias parceiras da nossa plataforma, também estamos tendo relatos de que o número de vendas físicas também vem caindo, o que corrobora entre o equilíbrio do mundo físico e o virtual, sendo a internet o reflexo do que acontece fisicamente Entre os fatores que estão elevando essa queda, além do isolamento social, podemos afirmar a diminuição na venda de produtos de higiene e perfumaria e a compra excessiva dos medicamentos, e também perfumaria, no início da pandemia, conta Paulo Vion, CEO da plataforma, que possui mais de 2000 farmácias cadastradas a nível nacional e que recebe uma média diária de um milhão de acessos.

A queda reflete não só o fato de que as pessoas estão saindo menos de casa, mas sobretudo, que as pessoas estão economizando nesse período, que traz incertezas para todos. E, apesar de o varejo online como um todo apresentar crescimento, a área de itens de farmácia mostra que o mar não está para todo tipo de peixe. Em capitais como São Paulo, por exemplo, a queda chegou a 23% e em Curitiba a queda foi maior ainda, com 28% a menos de vendas.