Conheça os 5 vencedores do Prêmio Abril & Dasa de Inovação Médica

Divulgados os vencedores do Prêmio Abril & Dasa de Inovação Médica 2020 – Edição Especial COVID-19. Ao todo, foram cinco trabalhos escolhidos nas áreas de Inovação em: Medicina Social, em Medicina Diagnóstica, em Genética, em Prevenção e em Tratamento. Para Emerson Gasparetto, Chief Medical Officer do grupo Dasa, a premiação trouxe um sentimento diferente. “Tivemos trabalhos espetaculares em todas as frentes e é um orgulho absurdo para nós, do ecossistema Dasa, Ímpar e GSC, poder trabalhar junto e reconhecer o esforço dos pesquisadores que trabalham com tanta disposição para combater a Covid-19. E, principalmente, dar visibilidade à ciência do nosso País”, disse durante a cerimônia virtual.

As premiações foram entregues ao Instituto de Radiologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (Inrad-HCFMUSP), na categoria Inovação em Medicina Diagnóstica; Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz Minas), que em parceria com a empresa Visuri lançaram o OmniLAMP – dispositivo portátil e de baixo custo para realização de exames moleculares com potencial para contribuir com a testagem em massa da população, na categoria Genética; Faculdade de Saúde Pública da USP – algoritmos da rede Iacov-BR que conseguem apontar os riscos de complicações de pacientes atendidos em  hospitais de todo o país, na categoria Prevenção; Instituto de Medicina Física e Reabilitação (IMREA) da USP, com o Ciclo Ergômetro Vida Inteligente, na categoria Tratamento; ONG Saúde, Alegria e Sustentabilidade Brasil (SAS Brasil), com a produção de cabines de teleatendimento com desinfecção automática para dar assistência a comunidades carentes durante a pandemia, na categoria Medicina Social.

Outro objetivo este ano era homenagear os profissionais de saúde e cientistas que estão na busca incansável por respostas sobre a pandemia provocada pelo Sars-Cov 2. Participaram como jurados da premiação grandes nomes da ciência e pesquisa, como Clovis Arns da Cunha (SBI); Cristiana Toscano (FIOCRUZ); Denizar Vianna (UERJ); Elie Fiss (FMABC); Gonzalo Vecina Neto (USP); Jefferson Gomes Fernandes (FGV e APM); Margareth Dalcomo (FIOCRUZ); Nancy Bellei, (UNIFESP); Natalia Pasternak (IQC); Paulo Andrade Lotufo (USP).

Plataforma RadVid – 19

A plataforma RadVid – 19 de inteligência artificial que ajuda a diagnosticar pacientes com Covid-19, desenvolvida pelo Instituto de Radiologia (InRad) da USP, e pelo InovaHC – braço de inovação e tecnologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP), foi uma das vencedoras da premiação.

O projeto, que foi concebido em um tempo recorde, 30 dias, foi criado para contribuir com profissionais da saúde no diagnóstico e tratamento da Covid-19. A ferramenta, que está disponível gratuitamente para médicos e instituições de saúde de todo o Brasil, realiza a leitura de raios-x e tomografias computadorizadas, e indica a probabilidade de a pessoa estar ou não infectada.

“Receber pela segunda vez consecutiva o prêmio Prêmio Abril/Dasa de Inovação reflete o esforço de todos que atuam no InovaHC para desenvolver soluções que possam melhorar o acesso à saúde e reduzir as desigualdades no país. A utilização da Inteligência Artificial e de tecnologia irão ajudar nesta transformação e serão instrumentos essenciais na medicina moderna”, diz Giovanni Cerri, presidente do Conselho do Instituto de Radiologia (InRad) do Hospital das Clínicas.

A solução, rápida e simples, acontece via identificação de padrões comuns da doença nos exames de imagem. A ferramenta mostra também o grau de comprometimento pulmonar e, assim, cria um grande banco de dados, que pode auxiliar médicos a definir conduta e possível tratamento mesmo antes do resultado de outros tipos testes.


Mais informações sobre os jurados e os trabalhos premiados em premiodeinovacaomedica.com.br