Grupo Oncoclínicas recebe certificação de qualidade da ASCO

As unidades de Botafogo e Ipanema do Grupo Oncoclínicas, no Rio de Janeiro, acabam de conquistar a certificação QOPI® (Quality Oncology Practice Initiative) – programa de qualidade da Sociedade Americana de Oncologia Clínica (Asco), principal sociedade médica da área. A certificação reconhece as melhores práticas internacionais onco-hematológicas, que asseguraram atendimento de excelência a pacientes e colaboradores.

“O reconhecimento de nosso trabalho nas unidades de Ipanema, inaugurada em 2018, e Botafogo, cujas atividades foram iniciadas há pouco mais de um ano, mostra que estamos trilhando o caminho certo, alinhados ao atendimento integrado de excelência e, consequentemente, com resultados mais eficazes”, destaca o oncologista clínico, Bruno Ferrari, fundador e presidente do conselho de administração do Grupo Oncoclínicas. Além das unidades do Rio, outras quatro do Grupo receberam a certificação: Oncocentro Belo Horizonte, Núcleo de Oncologia da Bahia, Centro Paulista de Oncologia e Oncoclínica Recife.

A chancela do QOPI®  autentica o padrão de atendimento do Grupo nas áreas médica, assistencial e de gestão do grupo, além de garantir aos pacientes uma assistência efetiva e global, uma vez que a certificação demanda o cumprimento de rigorosos critérios de avaliação de ambiente seguro; planejamento do tratamento; treinamento e educação dos colaboradores; administração segura de quimioterapia; monitoramento e avaliação do bem-estar do paciente após a quimioterapia (adesão, toxicidade e complicações), entre outros.

“O enfrentamento do câncer é um momento bastante sensível que depende de um conjunto de fatores para garantir o sucesso do tratamento além de abordagens terapêuticas avançadas e individualizadas, como espaço acolhedor, humanização, infraestrutura adequada, equipe médica, de enfermagem e de cuidados de conforto integrados. Nossa missão é vencer o câncer, por isso é nosso dever superar as normas mais exigentes de segurança e práticas internacionais”, declara o oncologista.

Para homologar a certificação, o QOPI® pode avaliar mais de 150 protocolos de qualidade que devem ser comprovadas e receber pontuações individuais, bem como pontuações comparativas agregadas de todas as práticas participantes.