NL Diagnóstica tem crescimento de 2000% em testes para Covid

A luta contra a pandemia do novo coronavírus é mundial. Até o momento, o levantamento do Our World in Data, plataforma de pesquisa mantida pela Universidade de Oxford estima que tenham sido administradas mais de 456 milhões de vacinas no mundo até o final de março deste ano. No estudo, o Brasil aparece em 4º colocado, com mais de 18,22 milhões de doses.

A vacinação traz certa segurança para a retomada da rotina, e isso inclui viajar. A União Europeia e o Reino Unido, por exemplo, exigem o exame de RT-PCR com validade de 48 horas para aos viajantes que quiserem ingressar em seus países. No Brasil, essa realidade não é diferente. Lugares turísticos como Ilhabela publicou um decreto restringindo os turistas que não apresentarem o exame negativo com validade máxima de 48 horas. Essa prática tem sido chamada de Passaporte de imunidade, e seu objetivo é impedir a disseminação do vírus.

Acompanhando a movimentação do turismo e das soluções para o combate à pandemia, a NL Diagnóstica, empresa com soluções diferenciadas em diagnósticos, teve um aumento de 2000% por testes para detecção de anticorpos neutralizantes da Covid-19 neste ano. O exame é desenvolvido por meio da tecnologia C-Pass é capaz de identificar se o paciente desenvolveu imunidade ou não, estando o corpo apto a combater a infecção ocasionada por aquela cepa do vírus.

Responsável também pelos testes rápidos (como o do nariz), a NL apresentou uma média de distribuição de 100 mil unidades por mês para todo o Brasil. Ele tem eficácia de 92% a 97% e se destaca por identificar o antígeno, ou seja, o próprio vírus, em vez dos anticorpos – a reação do paciente ao vírus.

“O teste rápido de antígeno é um exame de bom desempenho e com alto índice de assertividade ao diferenciar um paciente infectado do não-infectado. É o ideal para diagnóstico de Covid-19”, afirma Fábio Moruzzi, Diretor Comercial da NL Diagnóstica.