Moinhos de Vento recebe prêmio na área de gestão de pessoas

Com novos fluxos e ferramentas otimizadas, o Hospital Moinhos de Vento deu a superintendentes, gerentes, coordenadores e supervisores o protagonismo em seus processos de comunicação interna. As mudanças integram o projeto Líder Comunicador, que oferece melhores condições de trabalho e maior engajamento das equipes. A iniciativa ganhou o Prêmio Top Ser Humano 2019 na categoria Cultura Organizacional – Empresa. Considerada uma das maiores distinções do país na área de gestão de pessoas, a homenagem é concedida pela Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH) – RS.

Implantado há dois anos, o projeto representou um salto de qualidade na área de recursos humanos, fazendo com que o Moinhos de Vento alcançasse melhores resultados e maior valorização como marca empregadora. Para o CEO Mohamed Parrini, o investimento no ser humano é fundamental para oferecer ao paciente a melhor experiência. “Não há como pensar na saúde baseada em valor que tanto buscamos se o foco não for esse”, destacou. Segundo ele, o hospital busca aliar serviço de qualidade com resultado concreto de melhora da saúde à satisfação do público. “E nós, líderes gestores, somos os responsáveis por engajar as equipes e promover o melhor ambiente para que eles ofereçam o melhor serviço.”

O Líder Comunicador fez com que as lideranças institucionais passassem a participar ativamente das rotinas de comunicação. Além dos tradicionais murais, e-mails e intranet, foram estabelecidas reuniões periódicas e rounds profissionais de trocas de informações e aprimoramento dos processos. Também foram implantadas ações e reuniões de feedback, programas de remuneração e reconhecimento por metas alcançadas e eventos de integração.

Katherine Saibel, gerente de Desenvolvimento Humano do Hospital e autora do case, explica que “os líderes devem ser protagonistas na comunicação, proporcionando o diálogo, orientando, inspirando e engajando as pessoas da organização”. Com a implantação no novo planejamento estratégico, que inclui o Líder Comunicador, a receita do hospital aumentou 8,3% em 2018. Ao mesmo tempo, 221 novas contratações foram realizadas, totalizando mais de 3,7 mil colaboradores.