Magnamed se une ao Fundo We Ventures com investimento de R$ 4,7 milhões

O Fundo WE Ventures, iniciativa da Microsoft que tem como objetivo incentivar startups de tecnologia liderada por mulheres, anuncia a entrada da Magnamed, fabricante de ventiladores pulmonares, com capital de R$ 4,7 milhões. Por meio do investimento no fundo, a empresa busca direcionar os recursos para startups com inovações principalmente voltadas para a área médica.

O WE Ventures faz parte das iniciativas do Women Entrepreneurship (WE), programa desenvolvido pela Microsoft Participações em parceria com o Sebrae Nacional e M8 Partners, em associação com a Bertha Capital, que tem como objetivo incentivar o empreendedorismo feminino no país por meio de cursos de capacitação e investimentos para em startups de mulheres empreendedoras.

A parceria com a Magnamed integra o Mais WE, iniciativa que contempla uma série de investimentos recebidos pelo WE Ventures em diferentes áreas da economia como tecnologia, saúde, educação, seguros, jurídico e sustentabilidade. O Mais WE, por sua vez, é parte do plano Microsoft Mais Brasil, plano de compromisso com o País lançado pela empresa em outubro de 2020, que abrange iniciativas de apoio e compromisso com o desenvolvimento econômico sustentável, englobando programas de sustentabilidade, qualificação profissional e suporte para facilitar a busca por oportunidades de emprego.

A Magnamed é uma empresa brasileira fabricante de ventiladores pulmonares, fundada em 2005 por Tatsuo Suzuki, Wataru Ueda e Toru Kinjo. A empresa conta com uma experiência importante de investimentos públicos e privados, e tem as gestoras KPTL e Vox Capital como acionistas. “Acreditamos no potencial empreendedor brasileiro, afinal somos fruto dele. E também vemos como urgente a necessidade de ampliar iniciativas lideradas por mulheres dentro deste ecossistema. Por isso decidimos investir no Fundo WE. Queremos impulsionar empresas inovadoras fundadas ou com mulheres em cargos de direção. Para evoluirmos com solidez é essencial fomentarmos a diversidade”, acredita Wataru Ueda, CEO da Magnamed.

“A entrada de mais uma empresa na nossa rodada de investimentos reforça o sucesso dessa iniciativa e demonstra o crescimento no interesse em fomentar o empreendedorismo feminino no País. Anunciar a chegada da Magnamed é motivo de muito orgulho para nós pois, além de apoiarmos a inclusão de cada vez mais mulheres no mercado de trabalho, a empresa traz inovação para a saúde e atua na fabricação de ventiladores pulmonares, equipamentos essenciais nesse momento que estamos vivenciando”, comenta Franklin Luzes, vice-presidente de inovação, transformação e novos negócios da Microsoft Brasil.

Para Marcella Ceva, responsável pela equipe feminina do WE Ventures, com a Magnamed será possível trazer ainda mais diversidade de segmentos para o fundo. “Além de incentivar mulheres empreendedoras, também buscamos diversificar o segmento de atuação das startups que recebem o nosso apoio. Todo o histórico de aportes recebidos pela Magnamed e a experiência que a empresa traz para a nossa iniciativa também são muito importantes para a nova rodada”, comenta.

Desde a sua chegada ao mercado, em novembro de 2019, o WE Ventures já incorporou dois parceiros estratégicos (Multilaser e Porto Seguro) à sua rede de cotistas âncoras – formada anteriormente por Flex e Grupo Sabin – e pretende captar até R$ 100 milhões em cinco anos. Além disso, o We Ventures já realizou três chamadas para startups, o que resultou em mais de 1.200 empresas inscritas.

Para participar da rodada de investimento, as startups precisam ter faturamento mínimo anual de R$ 200 mil, ser liderada por uma equipe feminina com pelo menos 20% de participação e ter pelo menos uma mulher com cargo de liderança. A rodada ficará aberta até 22 de maio e para se inscrever no processo seletivo do WE, basta que as interessadas acessem o link: https://www.we.ventures/