Instituto Bairral investe em solução de gestão hospitalar

O Instituto Bairral, por meio de parceria com a Digisystem, acaba de ampliar seu investimento para expandir serviços e implementar melhorias com foco em qualidade, performance e segurança computacional. A companhia foi responsável pelo processo de implantação da solução de gestão hospitalar Tasy da Philips, contemplando das áreas assistenciais ao BackOffice da instituição.

O Instituto Bairral é uma instituição filantrópica sem fins lucrativos, referência hospitalar no Brasil e o maior complexo de saúde mental da América Latina. Por ser um complexo muito grande buscavam implementar uma solução que aprimorasse a gestão hospitalar, trazendo segurança para o paciente e melhor controle de seus processos.

“O hospital demandava uma solução que o ajudasse a gerir melhor seus recursos e processos, garantindo um atendimento mais ágil e seguro ao paciente. A solução adotada, implantada totalmente na tecnologia HTML5, aliou gestão à tecnologia, promovendo assim mais eficiência e produtividade dentro da instituição”, explica Mendel Sanger, Diretor Executivo da Digisystem.

“Podemos classificar esse projeto como um grande caso de sucesso, devido a sinergia entre consultoria e cliente. Durante a implantação do projeto tivemos o auge da pandemia e nos organizamos para continuar o projeto de forma remota, um modelo novo e desafiador para ambas as empresas. Esse desafio foi superado principalmente pelo envolvimento, maturidade e liderança do Instituto Bairral”, ressalta Daniel Rocha, Diretor da Unidade Saúde da Digisystem.

Ricardo Moriyama, do Bairral

De acordo com o Gerente de Desenvolvimento Institucional do hospital, Ricardo Moriyama, os principais benefícios obtidos com a implantação do projeto foram a completa integração de todos os setores do hospital por meio do novo sistema de gestão, melhor controle de qualidade, aproximação de acreditações, aperfeiçoamento dos prontuários eletrônicos, aumento da satisfação dos colaboradores quanto ao uso do sistema e até mesmo aumento do faturamento.

“Todos os esforços valeram a pena quando olhamos para os resultados. A implantação foi desafiadora, principalmente por provocar mudanças de processos da instituição e exigir novos hábitos de muitos dos nossos colaboradores. Sair da zona de conforto é sempre um trabalho moroso que requer planejamento e dedicação para que tudo ocorra da maneira mais humana e menos traumática possível. Mas os benefícios são inúmeros, desde a melhoria da experiência do usuário até o enorme ganho em nossa visão gerencial e diretiva da instituição”, reconhece Moriyama.

O processo de implantação do sistema levou dez meses e a nova tecnologia já impacta pelo menos 200 usuários. Moriyama afirma que toda e qualquer melhoria tecnológica feita pelo hospital nesse momento visa atingir especialmente os pacientes, que são o foco principal da instituição. “O momento delicado que estamos vivendo devido à pandemia de Covid-19 trouxe-nos desafios nunca antes vividos. Neste cenário, a tecnologia vem como um alento, pois nos permite gerir estes novos números com eficiência e gastar esforços com nossa real natureza: o cuidado com o paciente”, conclui.