Coronavírus faz preço de máscaras dispararem

O risco do coronavírus fez o preço das máscaras faciais dispararem no Brasil. Levantamento da Bionexo, health tech brasileira, mostra que o valor do item indicado para proteger contra doenças de transmissão aérea aumentou 10 vezes, passou de uma média de R﹩ 2 para R﹩ 20.

Em uma das ferramentas tecnológicas da companhia – por onde são transacionados, por ano, mais de R﹩ 12 bilhões de negócios no mercado da saúde – fornecedores do produto venderam em janeiro mais de 66 mil máscaras, mais que o dobro do mesmo período de 2019. Em fevereiro, em apenas 10 dias, foram mais de 24 mil unidades compradas por instituições de saúde no Brasil.

O estado que mais adquiriu o produto foi São Paulo, que representa 30% do número nacional, seguido por Rio de Janeiro, 20%. As demandas chegam de toda parte do globo, alguns fornecedores receberam pedidos de Cingapura, mas já não tinham mais estoques.