Segmento de franquias de Saúde e Bem-Estar cresce 3,1% em 2020

O balanço consolidado realizado pela ABF – Associação Brasileira de Franchising revela que o setor de franquias manteve a curva de recuperação no 4º trimestre de 2020, se aproximando dos níveis pré-Covid-19. A retomada gradual da atividade econômica, as medidas de estímulo e a melhora nos índices de confiança empresarial e do consumidor devem incentivar novos negócios por parte de profissionais em busca de alternativas de renda e investidores, visando retornos financeiros mais altos. Em 2020, mesmo com todas as dificuldades, um dos segmentos que mais chamou a atenção foi o de Saúde, Beleza e Bem-Estar por apresentar um bom desempenho no faturamento. Segundo a entidade, o segmento registrou desempenho positivo, de 5,4% no 4º tri e de 3,1% no acumulado do ano e faturou mais de R$10,7 bilhões.

O segmento de Saúde, Beleza e Bem-Estar foi beneficiado pelo fato de haver uma demanda ainda reprimida, pela decisão de parte dos pacientes em aproveitar a quarentena para realizar procedimentos mais invasivos, a acentuação do desejo de bem-estar mesmo em um contexto tão delicado e o redirecionamento de recursos que seriam utilizados para outros fins, como viagens e outras atividades sociais restritas nesse período.

Uma das marcas representativas deste segmento em franca expansão é a rede Royal Face. A franquia vem investindo no segmento de tratamentos estéticos com o diferencial de oferecer condições facilitadas de pagamento, democratizando o acesso.

“Mesmo em um ano com tantos obstáculos, nós nos unimos, superamos, investimos em infraestrutura, tecnologia e educação continuada. Fizemos um trabalho direto com os franqueados e mantivemos o nosso plano de expansão. O período de enfrentamento da pandemia vivido em 2020 foi uma oportunidade aos nossos interessados para realizar um investimento em um negócio de sucesso como a Royal Face”, comenta o diretor de Expansão do Grupo Up, Mauri Torres.