Faperj divulga edital para Redes de Inteligência Artificial

A Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Rio de Janeiro (Faperj) acaba de lançar edital de Apoio a Redes Temáticas de Inteligência Artificial, que busca apoiar a formação de redes de pesquisa cooperativa em projetos científicos e tecnológicos de forma a estimular a parceria de pesquisadores e lideranças de universidades ou instituições de ensino superior, institutos de pesquisa, empresas públicas e privadas bem como órgãos de Governo, com objetivo de posicionar o Estado do Rio de Janeiro como um centro de excelência e referência em inovação frente aos desafios da revolução digital.

Fruto de uma ação conjunta entre as Diretorias Científica e de Tecnologia da Fundação, o edital busca fomentar o processo de desenvolvimento tecnológico e de inovação em suas diferentes fases, isto é, desde a pesquisa básica até a introdução de bens e serviços no mercado. O estímulo à formação de redes reforça o caráter sistêmico da iniciativa e tem como alvo um dos principais gargalos do ecossistema de inovação fluminense: a desarticulação entre os diferentes atores ligados à inovação no Estado.

Além disso, em sintonia com a nova forma de atuação da Diretoria de Tecnologia, o edital não se restringe a um setor específico, mas visa explorar um cluster de tecnologias que pode apoiar, de forma transversal, diversos setores e atividades econômicas. Neste sentido, o programa busca aproveitar a base de conhecimento de excelência na área já instalada no Estado com intuito de expandir a fronteira científica e tecnológica e induzir a transferência de tecnologia para o mercado, gerando inovações.

Segundo o presidente da Faperj, Jerson Lima Silva, o edital de Redes Temáticas de Inteligência Artificial se soma a dois outros editais recentes lançado pela Fundação – de Nanotecnologia e de Pesquisa em Saúde – que apostam na formação de redes, já que o Estado do Rio de Janeiro possui massa crítica de excelência, e que podem impactar no seu desenvolvimento social e econômico.

Para Lima Silva, a Inteligência Artificial está presente cada vez mais em todos os setores da sociedade, incluindo a medicina, a indústria 4.0, petróleo e gás, energias renováveis, agricultura, transporte, comunicação, educação, cultura, entretenimento, turismo, entre outros. “Especialmente em um mundo alterado pela pandemia, o desenvolvimento de ferramentas de inteligência artificial torna-se crucial. Além disso, esse edital tem a virtude de colocar em sinergia pesquisadores e inovadores, por um lado, e, por outro, a infraestrutura já instalada em instituições fluminenses. E a formação de Redes é o modo mais eficaz para evitar a pulverização de recursos e otimizar a interação entre o que há de mais avançado nessa área”, disse.

A Faperj irá apoiar até três Redes, com um orçamento de até R$ 8 milhões para todo o Edital. Para saber mais do edital, visite o site em http://www.faperj.br/?id=4124.2.4.