Coronavírus: 16 milhões de menções em redes sociais nos últimos 30 dias

O volume de menções em redes sociais ao coronavírus teve um pico na última semana de fevereiro, segundo dados do Buzzmonitor Trends. Monitorado o termo “coronavírus” e encontraram 16.360.540 menções feitas entre os dias 05 de fevereiro e 05 de março, no Facebook, Instagram e Twitter.

As diferentes formas como a doença foi tratada em cada rede social chamam a atenção. Enquanto o Facebook gerou engajamento com notícias sobre o contágio e abrangência do vírus, o Instagram teve mais interações em posts periféricos, que tratavam de consequências da epidemia em áreas da cultura ou ciência.

A divisão por sentimento mostrou que entre 05 de fevereiro e 05 de março houve mais menções neutras (36%) do que positivas (28,2%) ou negativas (35,8%). O número alto de posts neutros sugere compartilhamento de notícias e dúvidas sobre o vírus, que pode ser confirmada devido ao alto engajamento de posts explicativos sobre a origem e como se prevenir contra o vírus.

O dia que teve mais menções foi 28 de fevereiro, com 2.750.640 posts, 16,8% do buzz total no período monitorado. As principais notícias do dia no Facebook foram o primeiro caso de coronavírus confirmado no México e o falecimento, devido ao COVID-19, do primeiro médico chinês que alertou o público sobre a epidemia.

No Facebook, os conteúdos com mais engajamento foram notícias com atualizações sobre o aumento do número de contaminados ao redor do mundo e posts explicativos sobre a doença e como se prevenir. A notícia com mais interações no período foi sobre o medo gerado pelo desconhecimento do vírus, com 84 mil interações. Juntos, os 5 posts que mais engajaram tiveram 507 mil compartilhamentos.

Já no Instagram, o post mais engajado foi sobre Jaqueline de Jesus, a cientista brasileira que mapeou o genoma do vírus em apenas 48h. O post teve mais de 300 mil interações. Outro destaque foi a paralisação de eventos esportivos, como partidas do campeonato italiano de futebol e o GP da China de Fórmula 1. Os 5 posts mais engajados no Instagram somaram 1.096.000 interações.

No Twitter, os principais perfis que mencionaram o coronavírus foram os perfis oficiais de celebridades, como Lady Gaga e Donald Trump, e de veículos de notícias, como a CNN. Juntos, esses três perfis twittaram sobre o tema para 211 milhões de seguidores.