Complexo Hospitalar de Niterói investe em teleconsulta pediátrica

O setor de pediatria do Complexo Hospitalar de Niterói deu início aos atendimentos pediátricos por teleconsulta para crianças e adolescentes de até 15 anos. Através de uma plataforma segura de prontuário eletrônico, o especialista consegue ver o paciente por videochamada e avaliar sintomas.

Para Christine Tamar, coordenadora da Pediatria do CHN, a teleconsulta representa uma expansão nas possibilidades de cuidado com as crianças, principalmente aquelas que, por algum motivo, não podem ou não desejam sair de casa. Através de um smartphone e acesso à internet, o atendimento remoto conecta o médico ao paciente de forma virtual, e o especialista conduz a conversa como em uma consulta comum.

“Na teleconsulta por vídeochamada, o pediatra consegue ver o paciente em tempo real e analisar os sintomas e as queixas apresentadas por ele e seus pais. Desta forma, ele consegue fazer o diagnóstico, sugerir exames e medicamentos ou fazer alterações nos remédios que já são tomados.”, explica a médica.

Segundo Christine, o médico analisa em uma teleconsulta pediátrica a aparência geral do paciente; sintomas visíveis, como lesões ou manchas; resultados de medições, como pressão arterial e temperatura e relatos dos pais e/ou responsáveis sobre o dia a dia do paciente.

Em casos que a criança ou adolescente apresente uma condição mais grave, o atendimento por videochamada serve para que o médico indique a necessidade do paciente ser levado para avaliação em uma emergência especializada. Porém, diante de quadros mais comuns e de fácil tratamento, a teleconsulta evita a ida desnecessária ao hospital ou pronto-socorro.