Beneficência Portuguesa é certificada por boas práticas em enfermagem

O Hospital BP e a Escola de Enfermagem São Joaquim, ambos da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo, foram certificados por alcançar os padrões de qualidade e segurança do paciente recomendados pela comissão do Programa Nacional da Qualidade (PNQ), do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen).

Essa certificação foi criada para reconhecer instituições de saúde, de ensino e profissionais que contribuem para uma assistência segura e eficaz, além de estimular o desenvolvimento de iniciativas voltadas para a excelência da assistência de Enfermagem no País.

O Hospital BP localizado na Unidade Paulista cumpriu 98,2% dos requisitos avaliados pelo programa como, por exemplo, processo de gestão, monitoramento dos riscos assistenciais e política de segurança do paciente, tornando-se o primeiro hospital privado do estado de São Paulo a ser certificado. Já a Escola de Enfermagem São Joaquim alcançou 88,1% dos requisitos e é a primeira do estado a conquistar o selo.

Receber essa certificação significa que tanto o hospital quanto a escola passaram por um criterioso processo de avaliação e atendeu as recomendações do Programa Nacional da Qualidade (PNQ). “Esse reconhecimento confirma o comprometimento da BP com a qualidade da assistência oferecida e demonstra que o trabalho realizado por nossos profissionais de Enfermagem é referência no nosso segmento”, afirma Luiz Eduardo Loureiro Bettarello, diretor-executivo Médico e de Desenvolvimento Técnico da BP.

Certificação para os profissionais

Diferentemente de outras certificações e acreditações de qualidade, que reconhecem apenas as instituições, o selo do Cofen também é concedido aos profissionais das instituições acreditadas. “O programa objetiva, por meio de indicadores de gestão de qualidade, gestão de risco e gestão de segurança do paciente, valorizar e reconhecer as boas práticas no exercício profissional promovido por enfermeiros, técnicos e auxiliares de Enfermagem”, explicou Cláudio Porto, coordenador do PNQ.

De acordo com o profissional, este é o único programa de certificação de boas práticas direcionada ao profissional de Enfermagem existente no mundo e visa incentivar e garantir a qualidade da assistência oferecida à sociedade. “A ideia é promover uma transformação na consciência organizacional das instituições e valorizar o trabalho do profissional”, conclui o executivo.