Beckman anuncia resultado de estudo sobre anticorpos para SARS-CoV-2

A Beckman Coulter anunciou os resultados de pesquisa que demonstram que seu ensaio Access SARS-CoV-2 IgG mostra excelente concordância com o teste de neutralização do vírus substituto GenScript SARS-CoV-2, que detecta anticorpos que bloqueiam a interação entre o Domínio de Ligação ao Receptor (RBD) da Proteína Spike (S) e do receptor da célula hospedeira ACE-2 que são necessários para a infecção. Os resultados são os primeiros de uma série de estudos conduzidos pela empresa, que mostram que os anticorpos que têm como alvo o RBD da Proteína Spike são potencialmente neutralizantes para o novo coronavírus. Como resultado, as descobertas do estudo serão incluídas no uso pretendido para o ensaio Beckman Coulter SARS-CoV-2 IgG.

Neste primeiro estudo, um total de 162 amostras de pacientes individuais representando 62 amostras positivas de PCR para SARS-CoV-2 (≥ 20 dias após o início dos sintomas) e 100 amostras de doadores de sangue coletadas antes do surto de Covid-19 foram usadas para avaliar a concordância entre o ensaio Access SARS-CoV-2 IgG e um teste de neutralização viral substituto do GenScript SARS-CoV-2 que podem detectar anticorpos de neutralização circulantes (≥ 20% de inibição). Os resultados demonstram que o ensaio de sorologia Access SARS-CoV-2 IgG da companhia pode ser útil como um auxílio na identificação de pacientes com uma resposta imune adaptativa ao SARS-CoV-2, indicando infecção recente ou anterior em conjunto com apresentação clínica e outros testes laboratoriais.

“Este é o primeiro de uma série de estudos de neutralização de anticorpos conduzidos na Beckman Coulter para nos ajudar a entender as propriedades neutralizantes dos anticorpos detectados por nosso ensaio de sorologia para SARS-CoV-2”, disse Shamiram Feinglass, MD, MPH, diretor médico da Beckman Coulter. “A detecção de anticorpos neutralizantes é especialmente importante porque eles podem evitar que o vírus interaja com as células hospedeiras, que eles procuram infectar e destruir. É por meio do trabalho desses anticorpos neutralizantes que o corpo exibe sua resposta imunológica. Embora a duração da resposta imunológica de um corpo ao vírus SARS-CoV-2 ainda seja desconhecida, sabe-se que os anticorpos neutralizantes são os que desempenham um papel fundamental na criação de uma resposta imunológica mais sustentada.”

O ensaio GenScript utilizado no experimento usa a proteína RBD da Proteína Spike viral e o receptor da célula hospedeira, ACE2, para imitar a interação vírus-hospedeiro em um poço de placa de ELISA. Esta interação altamente específica pode então ser bloqueada por anticorpos neutralizantes específicos em soros de pacientes da mesma maneira que em um ensaio de neutralização de vírus convencional.

Como parte de seu compromisso na luta contra a Covid-19, a Beckman Coulter tem vários outros estudos de pesquisa em andamento para mostrar ainda mais a neutralização do vírus SARS-CoV-2 e enviará os resultados para publicação com revisão por partes.


Mais informações sobre a pesquisa: http://beckmancoulterbrasil.com.br/covid-19/