Estudo do BCG mostra que consultas médicas eletivas sofreram redução de 80%

Em novo levantamento, o Boston Consulting Group (BCG) revela uma redução de 80% no número de consultas médicas eletivas no Brasil devido ao receio de contaminação pelo Coronavírus. A demanda por cirurgias e exames clínicos eletivos também registraram retração de 50% e 70%, respectivamente. A crise gerada pela Covid-19 fez com que prestadores de serviços de saúde adotassem novos métodos de atendimento, como as consultas virtuais .

Com pacientes buscando formas cautelosas de realizar consultas médicas no atual contexto, 51% dos prestadores de serviços de saúde estão oferecendo atendimento remoto no Brasil durante a pandemia. O BCG ainda revela que o WhatsApp é a ferramenta de comunicação mais utilizada para consultas virtuais, com o índice de 69% de utilização em comparação ao telefone e e-mail .

Entretanto, existem alguns desafios. O diagnóstico remoto sem interações físicas e a dificuldade de alguns pacientes em utilizar ferramentas digitais são considerados os maiores obstáculos em consultas virtuais, principalmente nas áreas de oftalmologia e ortopedia .