A importância do check-up financeiro para médicos

Por Odinéia Silva

Mais um ano chegando ao fim, estamos vivendo os últimos suspiros de um 2020 recheado de surpresas desafiadoras. E esse é sempre um bom momento para repensarmos um pouco sobre a vida, sobre nosso propósito, sobre nossos erros e acertos, sobre como iniciamos e como terminamos o ano e principalmente sobre o que precisa ser feito para que o ano que logo se iniciará possa ser melhor.

Lhe convido a fazer a seguinte reflexão, você tem cuidado da sua saúde financeira e da saúde financeira da sua clínica da maneira que ela merece?

Qual foi a última vez que você fez um check-up das suas finanças pessoais ou das finanças do seu negócio? Quando foi a última vez que você fez um exame detalhado do seu orçamento, de tudo o que entra e de tudo o que sai? Seu patrimônio líquido vem aumentando ou diminuindo? Qual vem sendo a lucratividade ou não do seu negócio em 2020? Qual é o seu valor hora? Qual é o custo real da sua consulta ou procedimento? Você ou seu negócio possuem dívidas, se sim, elas diminuíram ou aumentaram no decorrer desse ano? Você conseguiu fazer novos investimentos? Como está a sua reserva financeira em tempos de pandemia? O quanto você vem inovando? Dentre vários outros exames fundamentais a serem feitos quando o assunto é check-up financeiro.

O primeiro e mais importante passo é reconhecer que não adianta ficar se sabotando, check-ups não devem ser realizados somente quando a luz amarela ou vermelha acender, pelo contrário, quanto mais cedo você procurar ajuda de um profissional capacitado como medida preventiva mais cedo você terá mais liberdade de tempo e dinheiro com a garantia de um futuro sólido.

Assim sendo, para se manter saudável, não basta apenas dar importância a alimentação, fazer atividade física e ter boas horas de sono, é preciso cuidar das suas finanças.

Lembre-se: problema financeiro pode ser comparado a problema de saúde, quanto mais evitado ou postergado, mais se agrava! Por isso a importância de fazer um check-up com frequência também em relação as suas finanças.

Afinal as doenças financeiras existem, elas podem aparecer a qualquer momento e são seis os principais sintomas: Desequilíbrio Financeiro (Costuma causar grandes perdas de dinheiro, pagamento de juros altos e muitas vezes endividamento); O imediatismo (Costuma aparecer a qualquer momento do dia, com frases do tipo: eu mereço, não posso recusar esse convite, vou aproveitar bem o hoje, etc.); Apatia (É a principal causa da fobia financeira, não lhe permite olhar o extrato bancário e a fatura do cartão de crédito); Renda insuficiente (Costuma aparecer em pessoas que vivem um padrão de vida além do que ganham); Excesso de autoconfiança (Costuma aparecer em pessoas que gostam de dar o passo maior do que a perna a todo momento, e que se fortalecem na frase: depois eu dou um jeito); Pressão social (Costuma acontecer com pessoas que se sentem pressionados a comprar para pertencer a algum grupo social).

O fato é, que médicos que possuem domínio sobre seu dinheiro, que não sofrem com doenças financeiras, que fazem o check-up financeiro com frequência, que possuem reserva para as possíveis emergências e oportunidades, que fazem uma gestão eficiente da sua clínica, que muito além de um ótimo atendimento geram uma excelente experiência para seus pacientes, possuem mais qualidade de vida, conseguem tirar um tempo de qualidade para si e seus familiares, possuem mais liberdade de tempo e dinheiro e consequentemente são mais felizes.

É preciso cuidar de você querido doutor(a), antes mesmo de cuidar do próximo.

Parar e fazer um check-up das suas finanças também se faz necessário e é um lindo ato de amor para com você mesmo.

E para que o ano de 2021 seja simplesmente extraordinário e lucrativo. O que lhe parece a ideia de dar um passo sólido tendo clareza do seu estado atual, fazendo o quanto antes um check-up da sua vida financeira e da sua clínica?


*Odinéia Silva é Educadora financeira; especialista em Gestão Financeira; analista comportamental. Graduação em Administração pela Universidade do Vale do Itajaí; tem especialização MBA em Gestão Financeira, Auditoria e Controladoria pela Fundação Getúlio Vargas; Analista comportamental pela FEBRACIS.