Amplimed fornece serviço de telemedicina para a Unimed Fesp

A startup Amplimed fechou contrato com a Unimed Fesp para fornecer o serviço de prontuário eletrônico e telemedicina ao Sistema Unimed no Estado de São Paulo. A inovação também foi adotada pelas Unimeds Cuiabá e Blumenau e deve chegar a outras cidades brasileiras em breve. Com a parceria, os profissionais de saúde credenciados pela rede Unimed passam a oferecer o serviço de teleorientação a seus pacientes, contribuindo diretamente para as medidas de isolamento social necessárias ao controle da pandemia do novo coronavírus.

A Unimed Fesp, de acordo com o presidente Omar Abujamra Junior, vem se preparando desde março de 2019 para o uso da telemedicina, sempre em acordo com a legislação vigente e regras das entidades de classe e do Sistema Unimed, respeitando clientes e médicos cooperados. “A plataforma segue critérios de segurança e de integração com outras ferramentas disponibilizadas pelo Hub VitALL, como a biometria facial para médicos e pacientes, e está sendo disponibilizada a todas as Unimeds do estado de São Paulo, além de outros estados por meio de parcerias. Viabilizamos, também, ferramentas para a capacitação dos cooperados e parceria com uma empresa para certificados digitais. A Amplimed está em processo de implantação em mais de 15 cooperativas Unimeds, e a expectativa é de gerenciar o sistema das clínicas de mais de 2.000 mil médicos”, explicou o dirigente.

Por conta do seu grau de inovação, a plataforma Amplimed foi uma das selecionadas entre 200 startups inscritas para o programa de aceleração Conexão Vitall, promovido pela Unimed Fesp, por meio do hub Vitall, e realizado em parceria com a Liga Ventures.“A expectativa era que se tivesse um software para todo o estado e a Amplimed superou as expectativas liberando a telemedicina para as Unimeds de uma forma muito rápida”, acrescenta Alisson Valerio, padrinho da Amplimed no processo de aceleração e gerente de TI da Unimed São José dos Campos. “O programa foi fundamental por uma questão de gestão de negócios, de parceria, de mentoria e de aceleração como um todo. Acabamos nos tornando o prontuário-referência”, comenta Marcos A. Sonagli, diretor médico da Amplimed.

Diante da pandemia, a ferramenta de telemedicina foi lançada já no início da quarentena do Estado de São Paulo. A plataforma de prontuário eletrônico roda em nuvem e já inclui diversos módulos de especialidades médicas: ginecologia, pediatria, reumatologia, oncologia, oftalmologia e dermatologia, entre outras, além de ferramentas de confirmação automática de consultas e prescrição digital de medicamentos. Outra vantagem é garantir a segurança dos dados de acordo com as melhores práticas do mercado e novas normas da nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), além de cumprir as normas do país para a realização de consultas médicas (CFM e ICP-Brasil).