Amplimed

Telemedicina integrada à Jornada do Paciente

Com atendimento remoto integrado ao prontuário eletrônico, Amplimed traz eficiência operacional e clínica para o ecossistema da saúde.

Não há dúvidas de que o contexto da pandemia da Covid-19 alterou os rumos da transfor­mação digital na saúde. Para Marcos André Sonagli, diretor-médico e cofundador da Amplimed, o setor avançou cinco anos em um. A healthtech ca­tarinense, criada em 2015 para organizar a gestão de clínicas e consultórios médicos, seguiu o fluxo da inovação e lançou a primeira plataforma on-line para gestão de clínicas e consultórios com teleconsultas integradas ao prontuário eletrônico.

O resultado do investimento foi significativo: a empresa cresceu 350% em 2020. Atualmente, a plataforma é uti­lizada por mais de 15 mil profissionais de saúde e 1500 clínicas, que representam 8 milhões de pacientes, além de realizar mais de 200 mil consultas mensalmente.

“Embora desafiador, 2020 foi um ano muito expres­sivo para a Amplimed. Nós nos posicionamos como o maior player do segmento, atendendo médicos, clínicas e grandes corporações”, explica. Segundo o executivo, o lançamento da plataforma de telemedicina traz efi­ciência operacional e clínica para a cadeia de saúde.

Entre os diferenciais do modelo proposto, Sonagli destaca pontos fundamentais como a integração de toda a jornada do paciente, videochamadas criptogra­fadas, teleconsulta integrada ao agendamento on-line, prescrição e documento com assinatura digital, além de chat para envio de exames incorporado ao pron­tuário do paciente.

Já a plataforma de prontuário eletrônico, que roda em nuvem, inclui módulos de diversas especialidades médicas: ginecologia, pediatria, reumatologia, oncologia, of­talmologia, dermatologia, entre outras, além de ferramentas de confirmação automática de consultas e prescrição digital de medicamentos.

Outra vantagem da tecnologia é garantir a segurança dos dados de acordo com as melhores práticas do mercado e as normas da nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), além de cumprir as normas do país para a realização de consultas médicas (CFM e ICP-Brasil).

Para que profissionais e instituições de saúde acompanhem essa evolução, Marcos André Sonagli destaca a importância de gestores buscarem por soluções que integrem a jornada do paciente e todo o ecossistema de saúde, integrando o prontu­ário eletrônico com os resultados de exames laboratoriais e de imagem, bem como elegibilidade/faturamento direto com as operadoras de saúde, além dos softwares hospitalares. “O mercado está acelerado em relação à transformação di­gital, é fundamental que se busque plataformas que tenham esse perfil. Vale destacar também que o foco daqui para a frente é na atenção e experiência com o paciente”, diz.

Parcerias

Contando já com o aporte da Oxigênio Aceleradora, par­ceria da Porto Seguro com a Plug and Play Tech Center, uma das maiores aceleradoras do Vale do Silício, a Am­plimed também fará parte da nova turma do programa de aceleração Scale-up, promovido pela rede global de apoio ao empreendedorismo, a Endeavor. As empresas selecionadas demonstraram crescimento em escala e médias de CAGR (taxa de crescimento anual composta) acima de 277% nos últimos anos. Juntas, as organizações selecionadas pretendem faturar R$ 325 milhões em 2021.

O Scale-up é o maior programa de aceleração para em­presas de alto crescimento do Brasil. As empresas que participam do programa apresentam inovação e escala­bilidade, além de contarem com a iniciativa de empreen­dedores excepcionais.

Na foto, da esquerda para a direita: Marcos André Sonagli, Liandro Segalin e Darlan Segalin, cofundadores da empresa.

Unimed

A Amplimed fechou um importante contrato com a Uni­med Fesp para fornecer o serviço de prontuário eletrôni­co e telemedicina ao Sistema Unimed no Estado de São Paulo. A inovação também foi adotada pelas Unimeds Cuiabá e Blumenau. Com a parceria, os profissionais de saúde credenciados pela rede Unimed passam a oferecer o serviço de teleorientação aos seus pacientes.

A Unimed Fesp, de acordo com o presidente Omar Abu­jamra Junior, vem se preparando desde março de 2019 para o uso da telemedicina, sempre em acordo com a legislação vigente e as regras das entidades de classe e do Sistema Unimed, respeitando clientes e médicos co­operados. “A plataforma segue critérios de segurança e de integração com outras ferramentas disponibilizadas pelo Hub VitALL, como a biometria facial para médicos e pacientes, e está sendo dis­ponibilizada a todas as Unimeds do estado de São Paulo, além de outros estados por meio de parcerias. Viabilizamos, também, ferramentas para a capacitação dos coo­perados e parceria com uma empresa para certificados digitais. A Amplimed está em processo de implantação em mais de 15 co­operativas Unimeds, e a expectativa é de gerenciar o sistema das clínicas de mais de 2 mil médicos”, explica o dirigente.

Por conta do seu grau de inovação, a pla­taforma também foi uma das selecionadas entre 200 startups inscritas para o progra­ma de aceleração Conexão Vitall, promovido pela Unimed Fesp, por meio do hub Vitall, e realizado em parceria com a Liga Ventures.

Perspectivas

Com projeção de crescimento de 300% em 2021, a Amplimed espera dobrar o time de colaboradores, além de planejar o lançamento de novos produtos, investir em conexão entre os sistemas de saúde, bem como em inteligência de dados integrados a processos para redução de custos.

Segundo Marcos André Sonagli, outro projeto da he­alhtech é ingressar no mercado global. “Vamos iniciar nosso projeto de internacionalização da plataforma. Com isso, esperamos nos consolidar como o maior player do setor de software médico, com o maior nú­mero de profissionais de saúde e clínicas”, conclui.

Acesse mais informações em: www.amplimed.com.br

Medicina S/A

WWW.MEDICINASA.COM.BR
[email protected]

O melhor conteúdo sobre Gestão, Tecnologia, Inovação, Negócios e Boas Práticas na Saúde